menú responsive
AMÉRICA | Aire
-/5 | 0 votos

Identificação de amigo/inimigo

Força Aérea Brasileira busca desenvolver seu próprio sistema IFF


La Fuerza Aérea Brasileña busca desarrollar su propio sistema IFF


18/09/2020 | Belo Horizonte

Roberto Valadares Caiafa

Sistemas IFF (Identification Friend or Foe) identificam plataformas militares (aeronaves, veículos terrestres e embarcações navais) no combate, melhorando as Regras de Engajamento ao permitir o emprego de mísseis além do alcance visual (BVR) com redução das ocorrências de fratricídio (fogo amigo).

Para capacitar a Força Aérea Brasileira (FAB) na classificação segura de plataformas aeroespaciais, o projeto do IFF Modo 4 Nacional visa desenvolver e qualificar os componentes do sistema.

Dentre eles, o criptocomputador será um item destinado para instalação nas aeronaves militares, embarcações navais e radares de solo das Forças Armadas.

Por ser dotado de algoritmos criptográficos, garante que a classificação seja segura contra inimigos impostores que tentem confundir a identificação eletrônica em combate.

Para tanto, a arquitetura do sistema prevê que chaves sejam periodicamente geradas num centro, distribuídas por redes de dados e carregadas nos criptocomputadores utilizando dispositivos portáteis keyloader que também serão desenvolvidos.

Um típico criptocomputador moderno para IFF é leve e compacto, com massa de 0,5 kg e dimensões 2,5cm x 9cm x 11cm (altura, largura e profundidade).

Também contém uma bateria para o carregamento de chaves com a plataforma desenergizada, detecção e reação a violações físicas, químicas e elétricas.

Os requisitos de qualificação ambiental e eletromagnética são severos, pois consideram a operação em ambiente aeronáutico, marítimo e terrestre.

O Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) foi incumbido pelo Estado Maior da Aeronáutica (EMAER) a desenvolver um criptocomputador compatível com o transponder que será aeroembarcado na plataforma SAAB Gripen E/F.

Esse equipamento será o primeiro aviônico desenvolvido e certificado no Brasil com tecnologia 100% nacional.

Ilustrando o artigo, é possível ver uma imagem do primeiro protótipo do Projeto, já testado no Rig (bancada) de aviônicos do Gripen E/F, na cidade de Linköping (Suécia), em dezembro de 2019.

Imágenes: IAE

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje