menú responsive
AMÉRICA | Empresas
-/5 | 0 votos

KC390 fica sobre controle brasileiro

Embraer e Boeing aprovam os termos de sua fusão

União Boeing/Embraer acontece logo após a fusão Airbus/Bombardier.

União Boeing/Embraer acontece logo após a fusão Airbus/Bombardier.

18/12/2018 | Belo Horizonte

Roberto Caiafa

A Embraer e a Boeing aprovaram os termos de uma parceria estratégica que posicionaria ambas as empresas para acelerar o crescimento em mercados aeroespaciais globais.

Os termos aprovados definem a joint venture que compreende as operações de aeronaves e serviços comerciais da Embraer, na qual a Boeing deterá uma participação de 80% e a Embraer os 20% restantes.

A transação continua sujeita à aprovação do Governo do Brasil, após o que a Embraer e a Boeing pretendem executar documentos de transações definitivas.

O fechamento da transação estará sujeito a aprovações regulatórias e de acionistas e às condições habituais de fechamento.

Sob os termos da parceria proposta, a Boeing adquirirá uma participação acionária de 80% na joint venture por US $ 4,2 bilhões.

Espera-se que a parceria seja neutra em relação ao lucro por ação da Boeing em 2020 e aumente...

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje