menú responsive
AMÉRICA | Aire
-/5 | 0 votos

Radar móvel de defesa aérea

A Força Aérea Brasileira transporta com sucesso o radar TPS-B34 a bordo de um KC-390

capa kc390 radar

15/06/2020 | Belo Horizonte

Roberto Valadares Caiafa

A mais nova aeronave multimissão da Força Aérea Brasileira, o KC-390 Millennium, voando pelo Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1° GTT) – Esquadrão Zeus, sediado na Ala 2, em Anápolis (GO), realizou o transporte de um radar móvel de defesa aérea TPS-B34 do Quarto Esquadrão do Primeiro Grupo de Comunicação e Controle (4º/1º GCC) – Esquadrão Mangrulho, sediado em Santa Maria (RS).

O objetivo da missão foi desdobrar o equipamento, cujo transporte é realizado em módulos, permitindo operá-lo em outra localidade.

A mobilização do TPS-34B explora o princípio da surpresa como consequência da velocidade, característica de Força Aérea, demonstrada pelo desempenho da aeronave KC-390.

Assim, é possível aumentar a vigilância do espaço aéreo com maior rapidez e eficiência por meio do desdobramento rápido e maciço desse radar em áreas de interesse.

O Comandante do 1° GTT, Tenente-Coronel Aviador Luiz Fernando Rezende Ferraz liderou a primeira missão do KC-390 Millennium no transporte do radar e explica que passa a ser atingido um novo nível de mobilidade, já que a velocidade e as capacidades do vetor permitem diminuir o tempo de resposta, oferecendo maior prontidão.

Conforme o Comandante da Ala 2, Coronel Aviador Gustavo Pestana Garcez “A aeronave tem mostrado uma capacidade destacada em todas as missões a ela destinada”, afirmou.  

Os tripulantes estão em instrução de operação e a missão de transporte de material foi feita em aproveitamento, havendo a participação do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) no acionamento da missão de Transporte Aéreo Logístico, e do Comando de Preparo (COMPREP), responsável pelo desenvolvimento da doutrina utilizada no preparo operacional dos tripulantes.

Missões conjuntas

 

O Quarto Esquadrão do Primeiro Grupo de Comunicações e Controle (4°/1° GCC), Esquadrão subordinado ao 1° GCC e responsável pela missão, realizou também o transporte terrestre de outros equipamentos, cumprindo a sua função primordial de instalar e operar um Centro Diretor Aerotático (CDAT) deslocado.

Além desta capacidade, esta será a primeira vez em que um esquadrão do 1° GCC utilizará a nova torre do sistema TPS-B34 em terreno não preparado, proporcionando ainda maior capacidade de emprego de seus meios. “A utilização do sistema radar TPS-B34 é de extrema importância para garantir a segurança e defesa do espaço aéreo brasileiro. Evidenciamos também a eficiência e dinâmica dos esquadrões subordinados ao 1° GCC, nas missões de deslocamento. Com certeza essa é uma data histórica para a Força Aérea, comprovando sua capacidade de pronta-resposta e mobilidade de seus meios.”, afirmou o Comandante do 1° GCC, Tenente-Coronel Aviador Oscar Vinícius Pisco Rocha da Silva.

No corrente mês de junho a FAB vai receber via Embraer Defesa e Segurança o seu terceiro jato KC-390, e uma turma de pilotos e mantenedores da aeronave multimissão está formada e já entrou em serviço. “No dia primeiro de junho iniciou-se a formação da segunda turma de pilotos e mantenedores. Desta forma, até o ano que vem esses militares estarão preparados para cumprirem suas missões”, finaliza o Comandante da Ala 2.  Fotos: 1° GTT

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje