menú responsive
AMÉRICA | Defensa
-/5 | 0 votos

Evento nos Emirados Árabes Unidos

Indústria de defesa brasileira exibe suas inovações na IDEX 2021

Imagens: Abimde

Imagens: Abimde

25/02/2021 | Belo Horizonte

Roberto Valadares Caiafa

O estande da Associação Brasileira das Empresas de Materiais de Defesa e Segurança (Abimde) na International Defence Exhibition And Conference (IDEX), em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos) está estrategicamente localizado no “Pavilhão Brasil”, local que reúne as empresas da BIDS (Base Industrial de Defesa e Segurança) Atech, Avibras, Avionics, CBC, Condor, Embraer, Gespi, Kryptus, MacJee, M&K Logistics, Siatt e Taurus, integrantes dos ministérios da Defesa e das Relações Exteriores, da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e representantes das Forças Armadas Brasileiras.

A IDEX 2021 é o primeiro grande evento presencial de Defesa a ser realizado desde o início da pandemia do Coronavírus. “É um marco para o setor de defesa, pois é o registro de um retorno gradativo às atividades”, afirmou o diretor de projetos da ABIMDE, Paulo Albuquerque.

No domingo (21/02), primeiro dia, ocorreu intensa visitação ao “Pavilhão Brasil” após as cerimônias oficiais de abertura do evento.

Na segunda-feira (22), o estande da ABIMDE recebeu as visitas do presidente da Apex-Brasil, almirante Sergio Ricardo Segovia Barbosa, do embaixador do Brasil em Abu Dhabi, Fernando Igreja, e o representante do Escritório da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira (CCAB), em Abu Dhabi, Rafael Solimeo.

Brasil & Egito

 

Na terça-feira (23), diversas visitas no “Pavilhão Brasil”, o destaque, a delegação do Egito, cujos integrantes demonstraram renovado interesse em firmar negócios com as empresas brasileiras.

Durante a visita, o diretor de projetos da ABIMDE, Paulo Albuquerque, destacou a importância do Brazilian Defense Day – Egypt, realizado em julho do ano passado, para aproximar os dois países. “Esse encontro abriu muitas portas para as associadas e fez com que o mercado egípcio se tornasse mais acessível”, comentou.

Os egípcios tem sido bastante ativos nas visitas e conversas com a BIDS brasileira. Em novembro último visitaram a Fábrica de Explosivos da ImbelPresidente Vargas, em Piquet, interior do Estado de São Paulo. Naquela unidade estratégica, a comitiva, formada pelo Major General Mostafa Ahmed Elsayed Amer; Almirante Mahmoud Hosny Mahmoud Kheireldin e o Brigadeiro Mohamed Said Sayed Ahmed Mohamed, foram acompanhados por integrantes do Ministério da Defesa do Brasil e representantes das empresas Mac Jee, Gespi, CSD, Usirota, RJC, Nitroquimica e Akaer. A comitiva visitou toda a fábrica e as seções de produção de nitroglicerina, de nitrocelulose e têxtil. Nos bastidores, comenta-se o interesse egípcio na aquisição de bombas ar-solo de emprego geral do tipo MK.82/MK.84, munições de grande calibre para artilharia e explosivos diversos de emprego militar.

 

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje