menú responsive
AMÉRICA | Aire
-/5 | 0 votos

Piloto conseguiu ejetar-se em segurança

Super Tucano da Força Aérea Brasileira cai devido a falha de motor

O FAB 5715 fotografado na Excon Tápio 2021. Imagen: Roberto Caiafa

O FAB 5715 fotografado na Excon Tápio 2021. Imagen: Roberto Caiafa

14/09/2021 | Belo Horizonte

Roberto Valadares Caiafa

Uma aeronave turboélice de treinamento e ataque leve Embraer A-29A Super Tucano (matrícula FAB 5715) do 3º/3º GAV – Esquadrão Flecha, sediado na Ala 5 (Base Aérea de Campo Grande - BACG), caiu na segunda-feira (13/09) por volta das 11h20 devido a uma pane de motor.

O piloto ejetou em segurança da aeronave e passa bem, sendo enviado após ser resgatado a um hospital para exames e ficar em observação.

A queda

 

O FAB 5715 teve um vazamento de óleo no motor em voo, o que causou a parada do mesmo.

O piloto conseguiu trazer a aeronave em voo planado até próximo de três milhas da pista da BACG, e ao perceber que não conseguiria regressar, comandou a alça de ejeção do assento Martin Baker Mk.10 LCX.

O A-29 estava em um voo de rotina, e ao atingir o solo, na região do Indubrasil (saída para Aquidauana), ficou completamente destruído pelo impacto e pelo fogo.

Por causa da situação, o espaço aéreo da Capital do Mato Grosso do Sul permaneceu fechado desde o momento do sinistro até a conclusão da operação de resgate, efetivada por um Sikorsky H-60L Black Hawk do 2º/10º GAV.

Imagens: Ala 5/Roberto Caiafa

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje