Airbus entrega o terceiro C295 Amazonas SAR para o Brasil
EDICIÓN
| INFODRON | INFOESPACIAL | MUNDOMILITAR | TV
Empresas (Portugués) >

Airbus entrega o terceiro C295 Amazonas SAR para o Brasil

Pelicano1
|

A Força Aérea Brasileira (FAB) recebeu em Sevilha, na Espanha, no último dia nove de dezembro, a terceira aeronave SC-105 Amazonas SAR ou Busca e Resgate (CASA 295), produzida pela Airbus Military.

Como Estado signatário da Organização de Aviação Civil Internacional, o Brasil cumpre normas e recomendações de “Busca e Salvamento” na FIR Atlântico (FIR do inglês Flight Information Region), uma extensa área de vigilância e busca sobre o Atlântico Sul.

O SC-105 Amazonas SAR é fundamental no cumprimento dessas missões, sendo equipado com um avançado sistema de gerenciamento de sensores e fusão de dados empregando radar com abertura sintética, imageamento por infravermelho e integração de sistemas.

O radar ELTA EL/M2022A é capaz de monitorar em 360 graus e simultaneamente até 640 alvos em um raio de 200 milhas náuticas (370 km), detectando e acompanhando alvos tão pequenos quanto um bote em movimento na superfície com até 75kts (139 km/h).

Além disso, o SC-105 Amazonas SAR pode captar imagens a cores com resolução de até um metro quadrado dentro de uma área de 2,5km x 2,5km e aproximá-la até 18 vezes, mesmo quando operando em ambiente de baixa luminosidade.

O modo de operação do sensor de infravermelho instalado na torreta do “queixo” da aeronave conta com zoom de 71x e detecção por contraste termal (diferença de temperatura) gerando uma imagem independente de luz ambiente.

O sistema pode gravar até seis horas de imagens.

Força Aérea Brasileira em Sevilha

A cerimônia de entrega contou com as presenças do Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar Heraldo Luiz Rodrigues, acompanhado do Presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), Major-Brigadeiro do Ar Valter Borges Malta, do Ministro-Conselheiro da Embaixada do Brasil em Madrid, Leandro Zenni Estevão, demais militares e funcionários da Airbus Espanha.

Sediado na Ala 5, em Campo Grande (MS), o Esquadrão Pelicano emprega as aeronaves SC-105 Amazonas SAR e H-60 Black Hawk em ações de Busca e Salvamento, Busca e Salvamento em Combate, Evacuação Aeromédica, Transporte Aéreo Logístico, Socorro em voo, Infiltração e Exfiltração Aérea.

Imagens: Airbus Military/Força Aérea Brasileira.



Recomendamos