menú responsive
AMÉRICA | Empresas
-/5 | 0 votos

Reportaje infodefensa

KC 390, uma caminhada pelas entranhas da aposta do Brasil


Infodefensa visita el KC390 que recibirá Brasil en octubre


24/06/2019 | Paris, França

Roberto Caiafa

O primeiro jato de transporte de cargas e tropas, reabastecedor aéreo e lançador de paraquedistas, dentre outras missões, conhecido como Embraer KC390, recebeu a visita da reportagem de Infodefensa durante o SIAE 2019 (Paris Air Show).

Na ocasiãofoi possível observar em detalhes o avião completo, pronto para o mercado internacional militar de transporte multimissão na classe de até 23 toneladas.

O cockpit possui três postos, dois reservados para piloto e co-piloto (equipados com aviônica Pro Line Fusion) e dotados de sistemas de amplificação de imagem, sistema de navegação, radar e optrônicos/IR para auxiliar nas operações a noite em baixa altitude com segurança.

O posto do operador de missões especiais e sua grande tela multifuncional capaz de controlar o reabastecimento em voo (cameras transmitem de vários angulos a operação, de dia ou a noite), operações de busca e resgate de combate C-SAR e outras atividades.

No compartimento de carga, o posto do LoadMaster, que fica junto a porta de embarque esquerda da tripulação, existem duas grandes telas onde ele pode inserir, usando teclado e controles trackball, dados de missão como tipo de carga, peso de cada pallet, tipo de fardo, sequência de lançamento, pontos de lançamento, etc, tudo de modo a gerar uma missão definida pelo sistema automático.

O compartimento do avião exposto em Paris foi configurado de forma mista, com seis macas (engates de encaixe e travamento, tudo pode ser embutido, girado, aberto ou fechado de várias formas) e assentos padrão para transporte de tropas ou paraquedistas.

Ao contrário dos protótipos voados por Infodefensa anteriormente, o primeiro KC390 de produção destinado a FAB é uma aeronave completa, com sua Initial Operational Capability ou IOC alcançada com êxito.

O exemplar já possui todo o revestimento final de acabamento, piso configurado para transportar dois tipos de pallets militares (algo que o C-130 não faz, para citar um concorrente) e ampla capacidade multimissão reconfigurável com grande rapidez.

Se o piso precisa estar livre para viaturas, desmonta-se, embute-se e o enorme salão vira uma rua plana.

Caso seja necessário movimentar os pallets no manejo ou na hora de lançar, os trilhos e os deslizadores podem ser facilmente configurados, basta pegar a seção correspondente, destravar, girar, encaixar, travar de novo e está feito, uma autêntica capacidade roll/on roll/off fica disponível.

Se a missão mudar, basta rapidamente a tudo desmontar e reconfigurar, isso sem precisar fatigar os tripulantes em longas tarefas braçais como viusto em outros transportes militares.

Mercado

 

O KC390 recebeu muitas delegações interessadas em conhecer as capacidades do avião.

Estrela dos 50 anos da empresa junto com o jato executivo Praetor 600 e o jato regional de passageiros 195E2 (pintado em esquema "Lion" com os dizeres Profit Hunter), o KC390 se apresentou em voo sobre Bourget esbanjando controle e maneabilidade em passagens lentas, todo sujo, anotando míseros 108 kts de velocidade!

Como proposto sucessor do C-130 Hércules mais antigos, ele excede amplamente o avião da Lockheed, e faz frente ao mais pesado e maior Kawasaki C-2, outra presença muito comentada no salão justamente pela sua semelhança com o avião brasileiro.

Mas tratam-se de aparelhos de categorias diferentes.

A entrega do avião até outubro, Mês do Aviador e data importante da Força Aérea, só reforça a sua importância para o Alto Comando da Força e para a Embraer Defesa e Segurança.

Faltou anunciar compradores do avião durante o salão.

Esse "grito" parece ter ficado preso nas gargantas brasileiras.... por mais algum tempo.

Imagens e vídeo: Roberto Caiafa.

 

 

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje