Exército Brasileiro adquire da AEL Sistemas 974 miras Guará para fuzis Imbel IA2
EDICIÓN
| INFODRON | INFOESPACIAL | MUNDOMILITAR | TV
Sin categoría >

Exército Brasileiro adquire da AEL Sistemas 974 miras Guará para fuzis Imbel IA2

Imagens AEL Sistemas
|

Após uma disputa com as miras red dot fabricadas pela GESPI Defense Systems, Newcon Optik e Trijicon, a mira red dot Guará da AEL Sistemas (normas padrão MIL-STD-810G) foi selecionada pelo Exército Brasileiro e 974 conjuntos serão entregues pela empresa brasileira (subsidiária da Elbit Systems).


A licitação, lançada no final de 2019 e efetivada em dezembro de 2020 pelo Comando de Logística (COLOG) prevê entregas nos meses de julho e agosto de 2021, esse equipamento sendo destinado ao emprego em fuzis de assalto IMBEL IA2 5,56 × 45 mm.

Mira reflex Guará

 

De projeto nacional, a Guará começou a ser desenvolvida em 2016 numa parceria envolvendo a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial e o Instituto SENAI de Inovação em Engenharia de Polímeros.

A Guará é uma mira de polímero reflexo com capacidade de visão noturna projetada para fuzis e outras armas longas como espingardas (uso com os dois olhos abertos). A mira mede 57 mm de largura, 78 mm de altura e 125 mm de comprimento e pesa 350 gramas com bateria.

Um display oferece visualização retangular de 25 × 30 mm e um retículo de pontos com tecnologia LED. A mira tem ampliação óptica de 1x e ajuste de 3-10 MoA (minuto de ângulo).

A Guará vem com interruptores liga / desliga, ajuste de brilho e uma alavanca de liberação rápida de travamento ou montagem fixa, compatível com trilho MIL-STD-1913 Picatinny.

O compartimento da fonte de alimentação, montado na lateral, é certificado para uma bateria tipo AA de 1,5 V (aproximadamente 3.000 horas de operação contínua). A Guará, resistente à água até 10 metros de profundidade e sem paralaxe, é compatível com lunetas amplificadoras de visão.



Recomendamos