Brasil e Bolívia assinam acordos de cooperação militar
EDICIÓN
| INFODRON | INFOESPACIAL | MUNDOMILITAR | TV
Defensa (Portugués) >

Brasil e Bolívia assinam acordos de cooperação militar

FABvisitaBrasil FF AABolivia
|

(Infodefensa.com) Carlos E. Hernandez, Caracas - Uma série de acordos de cooperação entre as forças aéreas da Bolívia e do Brasil, foram definidas durante a reunião bilateral do alto comando de ambos os países, que tive lugar recentemente na cidade brasileira de Campo Grande.

A Força Aérea Boliviana (FAB) está interessada em adquirir VANT (Veículo Aéreo Não Tripulado) fabricados no Brasil. Para este fim, uma comissão, presidida pelo comandante da Força Aérea Boliviana (FAB), brigadeiro-general do ar Libório Flores Enriquez, deverá viajar para Santa Maria, importante cidade localizada no sul do Brasil, para conhecer e avaliar as capacidades dos UAVs utilizados pelas forças armadas brasileiras para combater o narcotráfico e o crime organizado.

"Vamos ver o quão longe podemos ir para começar um processo de obtenção dessas aeronaves que são muito importantes. Qualquer elemento em terra, no ar ou mar que possa servir na luta contra o tráfico de drogas é importante para nós", disse Tito R. Gandarillas Salazar, comandante da Armada Boliviana.Programas educacionais de intercâmbio.

Ficou acertado o intercâmbio de dois oficiais de cada força aérea em 2012. Para o período 2013-2016, serão formados dois oficiais aviadores e também será realizado um curso de formação de sargentos entre 2013 a 2014. Além disso, haverá a realização de um curso de formação em prevenção de acidentes de aviação.

Outro acordo, referente a orientação acadêmica na Escola de Aviação Militar em Santa Cruz de la Sierra, onde os instrutores brasileiros irão auxiliar no treinamento militar de cadetes bolivianos, foi acertado.

A Força Aérea Brasileira irá fornecer orientação técnica para a Força Aérea Boliviana na introdução da Defesa Integrada e Controle do Espaço Aéreo da Bolívia, que visa centralizar informações e detectar voos ilegais de contrabando e tráfico de drogas.

Neste contexto, os soldados da Força Aérea Brasileira auxiliarão na instalação de radares da Força Aérea Boliviana no seu território, o que facilitará as operações de interdição realizadas por aviões de combate Hongdu K-8W, adquiridos recentemente na China.

Finalmente, as Forças Armadas brasileiras estão empenhadas em agilizar os procedimentos de licenciamento para a doação de quatro helicópteros para a Força Aérea da Bolívia. Não foi especificado o modelo de aeronave de asa rotativa a ser transferido, mas provavelmente deverão ser do tipo Helibras HB-350 Esquilo.



Recomendamos