Brasil, M60 A3 TTS
EDICIÓN
| INFODRON | INFOESPACIAL | MUNDOMILITAR | TV
Tierra >

Brasil, M60 A3 TTS

Un tanque M-60 del ejército brasileño. Foto: Roberto Caiafa
|

O M-60 A3 TTS (Tank Thermal Sight ou mira térmica AN/VSG-2), de 1978, é uma das últimas versões do veterano M60 Patton, o primeiro MBT norte-americano (introduzido em 1957). Foram feitas várias modificações na versão A3 TTS, como a instalação de lançadores de granadas fumígenas, telêmetro a laser AN/VVS-2 (usado pelo comandante e pelo artilheiro), computador de tiro M21 e sistema de estabilização da torre. Esse CC só deu baixa do Exército dos Estados Unidos em 1997, quando foi integralmente substituído pelo M-1 Abrams.

Os 28 M60-A3 TTS atualmente em condições operacionais, de 91 adquiridos, foram distribuídos ao 20º RCB em Campo Grande (fronteira com a Bolívia e Paraguai), mobiliando 2 esquadrões e "fechando a fronteira na região centro-oeste. Outros poucos exemplares ainda são usados no Centro de Instrução de Blindados, em Santa Maria (RS) na formação de tripulações.

Os CCs e suprimentos restantes encontram-se armazenados no 5º Parque Regional de Manutenção em Curitiba (PR). Nos planos do Exército Brasileiro, a sua modernização só depende da disponibilidade de recursos, já que existem no mercado internacional grande oferta de peças e componentes, e algumas empresas, notadamente israelenses, oferecem upgrades de grande sucesso entre operadores do modelo.

Peso

46 toneladas; comprimento: 22,79 ft (6,9 m); largura: 11,91 ft (3,6 m); altura: 10,54 ft (3,2 m)

Tripulação

4 (comandante, motorista, artilheiro e municiador)

Armamento primário

1 x canhão M68, de 105 (M60/A1/A3); armamento secundário: 1x metralhadora M73 (7,62 mm, coaxial) e 1x metralhadora Browning M2 .50 (antiaérea).

Motor:

Continental AVDS-1790-2C diesel (750cv) com transmissão Alisson CD-850-6A,

Capacidade de combustível

1.457 litros.;

Alcance operacional

311 milhas (501 km)

Velocidade

48 km/h estrada e 30 km/h terreno irregular



Recomendamos