Brasil avalia lote de 50 fuzis Imbel IA2 antes de compra maior
EDICIÓN
| INFODRON | INFOESPACIAL | MUNDOMILITAR | TV
Brasil (Portugués) >

Brasil avalia lote de 50 fuzis Imbel IA2 antes de compra maior

Article (4)
O lote piloto será seguido por uma encomenda de 1.400 fuzis 7,62mm (Imagens: IMBEL)
|

Militares da Diretoria de Fabricação visitaram, em fevereiro, a fábrica da Indústria de Material Bélico do Brasil (IMBEL) para o recebimento contratual e conhecimento da fabricação do lote-piloto, constituído de 50 unidades do fuzil de assalto 7,62 mm IA2, que foi adquirido pelo Exército Brasileiro (EB) no âmbito do Programa Estratégico do Exército Obtenção da Capacidade Operacional Plena. 

O lote-piloto será enviado ao Centro de Avaliações do Exército e passará por avaliações técnica e operacional. 

Imbelia2 762

Comitiva da Diretoria de Fabricação e funcionários da Imbel posam com os fuzis IA2 7,62mm dolote piloto (Imagens: IMBEL)

Na sequência, será dado prosseguimento à fabricação e recebimento do primeiro lote de fabricação do fuzil de assalto 7,62 mm IA2, constituído de 1.450 unidades.

Foi apresentado o lote e sua linha de produção, que reafirma a parceria entre o Exército Brasileiro e a Indústria de Material Bélico do Brasil. 

Article (3)

Colaboradores da Imbel explicam suas funções na linha de montagem dos fuzis IA2 (Imagens: IMBEL)

Foi destacada a evolução da Fábrica de Itajubá, por meio do aprimoramento da capacidade produtiva e da eficiência operacional, dos investimentos em maquinário e da modernização do parque fabril. 

A atividade incluiu, ainda, tiros práticos com peças fabricadas do lote-piloto.

O material de emprego militar fabricado é fruto do Termo de Execução Descentralizada firmado entre a Diretoria de Fabricação e a Indústria de Material Bélico do Brasil para a produção do fuzil de assalto 7,62 mm IA2, que tem o propósito de expandir a capacidade operacional do Exército Brasileiro e cooperar com a modernização da capacidade produtiva da Fábrica de Itajubá/Indústria de Material Bélico.

Article (1)

Uma série de tiro prático no estande da Imbel encerrou as atividades de entrega (Imagens: IMBEL)



Recomendamos


Lo más visto