menú responsive
AMÉRICA | Empresas
-/5 | 0 votos

KC 390 também terá uma nova empresa

A fusão com a Boeing alcança a aprovação dos acionistas da Embraer

Apenas uma formalidade, a aprovação dos acionistas deve gerar duas novas empresas.

Apenas uma formalidade, a aprovação dos acionistas deve gerar duas novas empresas.

28/02/2019 | Belo Horizonte

Roberto Caiafa

A parceria estratégica proposta entre a Boeing ea Embraer recebeu a aprovação dos acionistas da Embraer em Assembléia Geral Extraordinária realizada na sede da empresa no Brasil.

Nesta Reunião Extraordinária, 96,8 por cento dos votos válidos foram a favor da operação, com participação de cerca de 67 por cento do capital.

Os acionistas deram luz verde à proposta de criação de uma joint venture composta pelas atividades de aeronaves e serviços comerciais da Embraer.

A Boeing terá uma participação de 80% na nova empresa e a Embraer será proprietária dos 20% restantes.

A transação valoriza cem por cento da atividade de aviação comercial da Embraer em 5.260 bilhões de dólares e considera que a participação de 80 por cento da Boeing na joint venture vale 4.200 milhões de dólares.

Os acionistas também aprovaram a criação de outra joint venture para a promoção e desenvolvimento de...

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje