menú responsive
AMÉRICA | Tierra
-/5 | 0 votos

2º Batalhão de Infantaria de Selva

Brasil implanta barco tático Guardian 25 em operações fluviais na Amazônia


Brasil despliega la lancha táctica Guardian 25 en operaciones fluviales en la Amazonía


21/01/2021 | Belo Horizonte

Roberto Valadares Caiafa

O 2º Batalhão de Infantaria de Selva (2º BIS), baseado em Belém, empregou a Embarcação Tática de Grupo (ETG) Guardian 25 e a Embarcação Patrulha de Grupo (EPG) para adestrar os pilotos de embarcações, assim mantendo-os aptos para atuarem em operações fluviais em defesa da Amazônia Oriental.

Foram realizados reconhecimentos em regiões ribeirinhas como a localidade de Mosqueiro, distrito de Belém, provável cenário para futuros treinamentos nesse tipo de operação.

Considerado "Guardião da Amazônia Oriental", o 2° BIS é a unidade operacional do Comando Militar do Norte responsável pelas operações de combate ribeirinhas.

Guardian 25

 

A estrutura flutuante veloz da Guardian 25 pode transportar até nove militares equipados (grupo de combate) utilizando dois motores de popa de 200 HP, o que permite alcançar 78 km de velocidade máxima.

A Guardian 25 pode ser armada com até seis metralhadoras 12,7 mm/7,62 mm e dois lançadores de granadas de 40 mm, além do armamento transportado pela tropa.

O projeto apresenta baixo calado, alta velocidade (máxima de 30 nós), sistema de propulsão com dois motores de popa, estrutura de concepção insubmergível e autonomia média de 300 Km ou oito horas navegando a 25 nós.

A Guardian 25 é muito apreciada pelos operadores do 2ºBIS, pois trata-se da embarcação mais veloz em sua categoria e a que possui o maior poder de fogo.

Esses barcos ainda apresentam uma surpreendente proteção blindada e utilizam sistema de propulsão com motores de popa, opção que apresenta maior facilidade para reposição de peças e manutenção.

Já a Embarcação Patrulha de Grupo ou EPG apresenta capacidade para 10 militares (piloto + nove integrantes do grupo de combate), é fabricada em alumínio naval com casco totalmente soldado e admite motorização de 40 HP a 190 HP.

Trata-se de uma embarcação menos capaz, mais lenta e com pouca proteção, mas também mais barata e fácil de manter, do tipo voadeira, insubmergível, com capacidade para transportar 1.600 quilos de carga.

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje