Exército Brasileiro receberá o sistema antiaéreo RBS 70 NG nos próximos dias
EDICIÓN
| INFODRON | INFOESPACIAL | MUNDOMILITAR | TV
Tierra (Portugués) >

Exército Brasileiro receberá o sistema antiaéreo RBS 70 NG nos próximos dias

Disparo de RBS70 pelo Exército Brasileiro. Fotos: SaabExército Brasileiro
|

O Exército Brasileiro adquiriu e deverá receber brevemente a nova geração (NG) do sistema de defesa antiaérea de baixa altura RBS-70, utilizado desde 2014 nos seus Grupos de Artilharia Antiaérea. Esse sistema é fabricado e entregue pela Saab.

O sofisticado RBS-70NG possui capacidade de acompanhamento automático do alvo (auto tracking), resultando em uma maior probabilidade acerto e menor tempo de treinamento do operador em simuladores.

Com alcance prático de sete km, otimizado para oito km quando lançado pelo NG, o míssil Mk.2 pode atingir alvos a 4.000m de altitude, em uma velocidade de Mach 2 (cerca de 2.500 km/h) e mantendo seu guiamento por feixe de laser, que dificulta sobremaneira qualquer interferência de contramedidas eletrônicas.

O novo sistema pode ser operado remotamente, cumprindo missão de defesa antiaérea estática, bem como empregado contra alvos terrestres com blindagem leve, pelo fato de sua ogiva, além de ser de fragmentação, ser do tipo HEAT (“high-explosive anti-tank”).

Além da grande mobilidade que o RBS 70 NG proporciona e alta probabilidade de acerto, um dos grandes diferenciais do sistema é o ganho de tempo que o atirador possui, pois a tecnologia permite uma menor necessidade de interferência do ser humano no sistema.

Recebimento

Entre 9 e 11 de junho, oficiais do EB realizaram o teste de aceitação em fábrica (“factory acceptance test” – FAT), do primeiro conjunto, nas instalações da Saab em Karlskoga, Suécia, com objetivo de verificar as condições dos sistemas e materiais de emprego militar adquiridos, a fim de possibilitar o transporte para o Brasil.

No final de junho corrente o Exército Brasileiro deverá receber seu primeiro posto de tiro do sistema antiaéreo RBS 70 NG, composto por pedestal e aparelho de pontaria, e simuladores, referente ao contrato assinado em 2018, parte do Programa Estratégico do Exército Defesa Antiaérea.



Recomendamos